Niantic confirma que “Pokémon GO” terá ginásios

Pode comprar sua bicicleta, pois você poderá sair pelo mundo afora coletando insignias em verdadeiros ginásios em Pokémon GO!

season01_ep34_ss03

Caso você ainda não saiba, Pokémon GO é um jogo para smartphones Andriod e iOS, com lançamento previsto para 2016, e ele promete trazer elementos dos jogos da franquia para a vida real. E, claro, um dos aspectos mais importantes dos jogos eram os Ginásios, pois, para conseguir derrotar a Elite Four, você precisa possuir as oito insígnias do local correspondente.

Segue abaixo a entrevista que John Hanke e Mike Quigley, respectivamente chefe executivo e chefe de marketing, deram à Venture Beats, revelando detalhes interessantes sobre o jogo:

Venture Beats: Como vocês planejam lidar com a distribuição dos diferentes itens e coisas no jogo?

Hanke: Nosso objetivo é fazer com que você saia de casa e, em cinco minutos, já possa encontrar algum Pokémon. Podem não ser os Pokémons mais raros do mundo, mas haverá uma população de Pokémons vivendo perto dos nossos jogadores. Ginásios serão um pouco mais raros. Você quer encontrar ginásios para aumentar de nível e batalhar lá, então demandará um pouco mais de esforço para chegar lá.

Os Pokémons viverão em diferentes partes do mundo dependendo dos tipos que eles são. Pokémons de água viverão perto da água. Pode ser que certos Pokémons só existam em certas partes do mundo. Pokémons muito raros só existirão em pouquíssimos lugares. Mas você pode trocar, se você for a um evento.

Terá eventos para Pokémons também. Estes serão competitivos, mas eles também serão lugares para trocar coisas com outros jogadores. A troca de Pokémons será uma coisa gigantesca. Você não pode pegar todos por si mesmo. Se você quer todos, terá que trocá-los com outros jogadores. Ou você terá que viajar o mundo inteiro em um ano. Pode ser que algumas pessoas façam isso.

Se você acha que encontrar Pokémons e Ginásios será difícil porque você mora em um lugar pequeno, a Niantic tem uma resposta para você:

Hanke: Nós aprendemos muito quanto a isso com o Ingress (outro jogo da desenvolvedora). Se vamos produzir um jogo que trabalha com localização, ele precisa ser divertido para pessoas em qualquer lugar, tanto em grandes centros urbanos como em cidades de 1000 habitantes. Se nós produzíssemos algo que só funcionasse em grandes centros, não seria um verdadeiro sucesso. Queremos que isso dê certo globalmente.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s